facebook1  insta 1

MONITORAMENTO METEOROLÓGICO

O Sistema de Meteorologia e Recursos Hídricos de Minas Gerais (SIMGE) foi inaugurado no dia 02 de setembro de 1997, como resultado de um Convênio do Governo do Estado com o Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), objetivando a modernização da meteorologia e da hidrologia no Estado de Minas Gerais, contando com o apoio científico e tecnológico do Centro de Previsão e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE).

Conforme estabelecido no Decreto nº 47.343, de 23 de janeiro de 2018, o IGAM realiza, através do SIMGE, a previsão e o monitoramento do tempo e clima, disponibiliza avisos e dados de alertas que possibilitem a prevenção dos eventos hidrometeorológicos adversos tais como estiagens e temporais severos, mediante divulgação das informações geradas pelo monitoramento de modo a apoiar a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e defesas civis municipais mediante o fornecimento de informações hidrometeorológicas e climáticas.

 

Sistema de Aquisição de Informações

Para realizar a previsão de tempo e clima, bem como o monitoramento e vigilância meteorológica, o SIMGE conta atualmente com ferramentas como produtos derivados de satélite, modelos meteorológicos e climáticos provenientes de órgão nacionais e internacionais, sistemas de detecção de raios, dados observados por meio de Plataformas de Coleta de Dados (PCDs) automáticas e dados de radares meteorológicos.

São utilizados vários tipos de telemetria para transmissão dos dados: satélite, telefonia e Internet.

 

MONITORAMENTO HIDROLÓGICO

O monitoramento hidrológico realizado pela GMHEC busca obter informações que sejam representativas do comportamento geral médio das principais bacias hidrológicas do estado, compreendendo a obtenção de dados de estações fluviométricas instaladas em cursos d’água, a fim de prover informações para toda a sociedade sobre o histórico das variáveis hidrometeorológicas; apoiar tomadas de decisões em ações de melhoria da qualidade dos recursos hídricos; manter, operar e ampliar rede hidrológica do Estado; e minimizar os efeitos dos eventos críticos.

Vale destacar ainda que a GMHEC conta com uma Sala de Situação para a gestão de situações críticas identificando possíveis ocorrências de eventos por meio do acompanhamento das condições hidrológicas dos principais sistemas hídricos do Estado. A Sala foi inaugurada em março de 2014 e é fruto de um Acordo de Cooperação Técnica com a Agência Nacional de Águas – ANA.

 

Rede Telemétrica do IGAM

A rede de monitoramento atual é composta por 43 Plataformas de Coletas de Dados (PCDs) hidrometeorológicas telemétricas que transmitem dados de 15 em 15 minutos. Os dados ficam disponíveis, em tempo real, no Portal Gestor PCD da ANA.